Duelo de Mágicos

Paulo Tatit / Zé Tatit

Olha só o que eu achei
Nessa velha escrivaninha
Uma autêntica varinha mágica
Você pensa que é mentira
Então eu vou te transformar
Numa boboca de uma minhoca dorminhoca

Vira minhoca, vira minhoca
Você virou, você virou uma minhoca
Pula minhoca, dança minhoca
Você virou, você virou uma minhoca
Virou, virou uma minhoca

Olha só o que eu achei
Nessa velha penteadeira
Um potinho de pó mágico
Você pensa que é mentira
Então eu vou te transformar
Num peludo de um pelado
De um maluco de um macaco

Vira macaco, vira macaco
Você virou, você virou um macaco
Pula macaco, dança macaco
Você virou, você virou um macaco
Virou, virou uma macaco

Acho que esta varinha
O meu pai quando criança
Usou pra ficar bem forte, rico,
Belo e o máximo
Pois você não acredita
Então eu vou te transformar
Neste momento num elemento
Fedorento que é a besta de um jumento

Vira jumento, vira jumento
Você virou, você virou um jumento
Pula jumento, dança jumento
Você virou, você virou um jumento
Virou, virou uma jumento

Acho que este pó mágico
Minha mãe quando criança
Usou pra ficar bem linda, perfumada
Charmosinha e fantástica
Se você não acredita
Estão eu vou te transformar
Numa mosquita e fedida
De uma danada de uma barata

Vira barata, vira barata
Você virou, você virou uma barata
Pula barata, dança barata
Você virou, você virou uma barata
Virou, virou uma barata

E vocês que estão ouvindo
Parece que não acreditam
Na varinha e no pó mágico
Vocês pensam que é mentira
Então nós vamos transforma-los
Agorinha, adivinha numa bichinha
Bem burrinha, vocês vão virar
Um galinheiro de galinha

Vira galinha, vira galinha
Você virou, você virou uma galinha
Pula galinha, dança galinha
Você virou, você virou uma galinha
Virou, virou uma galinha