Pelé

Paulo Tatit / Zé Tatit

Você aí que diz que sabe tudo de bola
Que é craque até em jogo de botão
O que eu vou te contar não se aprende na escola
São coisas de uma outra dimensão
Aconteceu no tempo que seu pai ainda era um garotão
E o futebol passava só no rádio nem tinha televisão
Era um moleque negro que brilhava nos campos
Tão pobres lá de três corações
Foi contratado pra jogar no time do Santos e convocado
pra seleção
Com dezessete anos era um craque como nunca ninguém
viu
Foi campeão do mundo e o mundo inteiro descobriu o
Brasil
Ele é, ele é, ele é
O nosso rei da bola, o rei Pelé
Ele é, ele é, ele é
O rei de toda a Terra
Conquistou a coroa pelo toque do seu pé

Quando ele entrava em campo o outro time tremia só de
ver o rei se aquecer
Porque nesse momento todo mundo sabia que com ele é
pra valer
Tinha goleiro que até rezava pra ele não se aproximar
Tinha zagueiro mau que quando entrava era pra
machucar
Nenhum grandão inglês, nem cabra pernambucano
Ninguém tinha o dom do seu rei
E ainda mais se o cara fosse corintiano, aí ele
entortava de vez
Se ele decidia ir sozinho, não dava pra segurar
Mas era generoso e dava a bola pro companheiro marcar

Ele é, ele é, ele é
O nosso rei da bola, o rei Pelé
Ele é, ele é, ele é
O rei de toda a Terra
Conquistou a coroa pelo toque do seu pé

Como é que uma canção pode comparar a magia
De cada toque que ele inventou
E um monte de palavras numa só melodia
Não dá pra descrever nem um gol
E olha agora o que eu vou te dizer você não vai
acreditar
Porque ele marcou mil e tantos gols e foram todos de
arrasar
E pra comemorar ele saía correndo
Com todo o time dele atrás
No auge da alegria ele vibrava pulando
No alto dava um soco no ar
O soco da glória e da vitória de quem sabia ganhar
E pra ganhar tem que saber perder para poder se
superar

Ele é, ele é, ele é
O nosso rei da bola, o rei Pelé
Ele é, ele é, ele é
O rei de toda a Terra
Conquistou a coroa pelo toque do seu pé